A Fama quando sobe à cabeça – atrizes mirins e os problemas com as drogas

Há alguns dias atrás veio uma notícia em um site de fofoca brasileiro sobre uma atriz americana que tinha acabado de completar 27 anos. Não reconheci a mesma pela foto, achei que havia ocorrido um engano por parte do jornalista do site, pois conhecia a atriz por nome, especialmente por seus filmes, que passaram várias vezes na sessão da tarde de uma empresa de televisão famosa aqui no Brasil.

Para realmente tirar a prova de que a equipe havia se enganado, vasculhei na internet pela vida e fotos da atriz e, para a minha surpresa, sim, era ela na foto. Pensei: “o que aconteceu com essa atriz que, antigamente, era tão bonita e se transformou em uma pessoa tão diferente, com uma fisionomia tão assustadora?”.

Famosas que já tiveram ou ainda enfrentam problemas com as drogas

Pesquisando mais a fundo, descobri que ela estava envolvida em vários escândalos, especialmente pelo uso de drogas, que tal nega até a morte. Da mesma forma que a linda atriz (acredito que vocês conheçam: Amanda Bynes) mudou, várias outras, que também começaram cedo na carreira, fizeram o mesmo percurso desastroso. Entre o que podemos ver de semelhante entre elas, o início em programas e filmes quando ainda eram pequenas, depois ápice da carreira, quando elas já estão adultas, até o declínio, que elas, já emancipadas, sem a proteção e controle da família, se veem com muito dinheiro em um mundo cheio de festas, drogas e outras coisas.

Temos vários exemplos de ícones da televisão, do cinema e da música que passaram por isso, entre elas: Britney Spears, Lindsay Lohan, Mischa Barton, Drew Berrymore, entre outros.

A Britney Spears começou sua carreira muito cedo. Em um programa no canal Disney chamado Mickey Mouse Club, junto com outros cantores mirins que um dia chegariam ao estrelato também (como a Christina Aguilera e o Justin Timberlake), Britney se destacava por dançar muito bem. O programa durou pouco tempo, cerca de dois anos e Britney volta à sua cidade natal. Seu primeiro disco saiu em 1999, causando frisson entre as adolescentes na época (eu era uma delas). Depois disso, Britney ganhou público cada vez mais. Seu corpo malhado e as músicas animadas faziam com que mulheres desejassem ser ela e os homens a queriam. Começou a namorar, com o também pop star, Justin Timberlake. Foi nessa época que o primeiro bafafá apareceu: pelo o que tudo indica, a cantora traiu o namorado.

Depois de casar bêbada em Las Vegas, Britney começou a andar em companhias não tão amigas. Com Paris Hilton e Lindsay Lohan a tiracolo, Britney ia a todas as festas, bebia e voltava transtornada. Isso tudo fotografado pelos paparazzi. Em 2007, Britney raspou a cabeça. Falaram em surto psiquiátrico, mas nada foi confirmado.

Entre tantas más notícias, as boas são que ela, a trancos e barrancos, conseguiu dar a volta por cima, se podemos dizer isso. Atualmente, ela canta, mas já não é grande como antigamente. Sua vida conturbada tirou a estrela dela. Dizem por aí que agora ela retornará para Las Vegas, mas não para casar: para um show fixo que terá em algum cassino. Uma pena!

Já a Lindsay Lohan, que eu sempre tive um apreço a mais, especialmente por ser ruiva e cheia de sardas (somos duas), começou sua vida em 1998. Nessa época ela se tornou a queridinha da Disney. Depois disso, vários filmes do estilo sessão da tarde fizeram o currículo da atriz, que, normalmente, além de atuar também cantava. Deixando a adolescência, Lindsay, também chamada de Lilo, entrou no ramo da comédia romântica. Tentou, assim, deixar para trás a carinha e a imagem de criança.

A imagem dela de criança realmente ficou para trás quando, em 2007, as baladas se tornaram corriqueiras em sua vida. Britney era uma companheira nas rotinas de noitadas e bebedeiras. Um ano depois, Lilo engatou um namoro com uma Dj, sendo vistas juntas, trocando carícias, nas baladas. Mesmo com sua vida tão conturbada na área social, Lindsay continuou com filmes. Nessa época, a atriz conseguiu papéis mais maduros, que condiziam com sua idade.

Acredito que 2007, da mesma forma que foi para a Britney, foi o ano em que tudo começou realmente para Lindsay. Sua ficha criminal começou neste ano quando ela foi autuada por dirigir depois de usar cocaína, sem dizer que ela estava ainda com papelotes da droga em seu carro. Neste mesmo ano, Lilo foi presa por mais três vezes, todas em relação às drogas.

Atualmente, Lindsay Lohan está, novamente (ela já esteve diversas vezes), em uma clínica de reabilitação. Os rumores são que, dessa vez, ela está se comportando bem. Agora é esperar para ver!

A Marissa de The OC foi o maior destaque da carreira da atriz Mischa Barton. Mischa começou cedo, também. Com 13 anos de idade já havia contracenado com atores de grande escalão, como Julia Roberts, Bruce Willis e Hugh Grant. A inglesa, porém, só ganhou destaque quando ganhou o papel de uma patricinha no The OC. Durante as filmagens da série, Mischa já era vista como atriz problema, tendo sua personagem, uma das principais, morta em um acidente de carro.

Daí para frente, Mischa não conseguiu nenhum grande papel, tendo mais destaque nos noticiários policiais e nos tabloides, especialmente por fotos usando drogas e por exibir machucados nos braços que lembravam picadas de agulhas. Entre os problemas, foi presa por dirigir sob efeito de álcool e drogas. Foi internada diversas vezes, saindo de uma clínica sem pagar o valor de 95 mil dólares. Atualmente, Mischa Barton parece ter superado essa fase problemática. Está com uma linha de bolsas e alguns quilos a mais. Esperamos que ela retorne em breve às telas.

Para aqueles que têm mais de 30 anos ou que são fãs de filmes, a Drew Berrymore é uma das atrizes que tem o rosto mais conhecido, especialmente por ter se destacado no clássico E.T., quando tinha apenas sete anos.

Os problemas começaram por volta dos nove anos de idade, quando já era viciada em cigarros. Sua vida noturna virou alvo da mídia, pois era ativa para uma menina tão nova. Com onze anos, Drew já bebia em festas, saía com amigos e curtia as baladas ao estilo Lindsay – Paris – Britney. Com 13 anos já fumava maconha e usava cocaína nas festinhas. Como tudo na vida dela foi precoce, Drew foi conduzida a uma clínica de reabilitação com 13 anos. Saiu de lá, contudo não estava pronta para a vida do lado de fora. Tentou suicídio com 14 anos. Voltou à clínica.

Longe dos seus pais, Drew ficou na casa de amigos até completar 16 anos, época que conseguiu sua emancipação indo morar sozinha. Depois disso, Drew Barrymore nunca mais teve recaídas ou foi vista nos noticiários de jornais pelo uso de drogas e álcool.

Agora, Drew é uma das atrizes com mais credibilidade em Hollywood, tendo sua própria produtora, além de ser uma grande ativista a favor dos animais.

Entre as atrizes/cantoras mirins deste post, algumas saíram já, outras estão em processo de reabilitação. Como começamos falando da Amanda Bynes, que ainda não foi para reabilitação nem tem previsão que o faça tão cedo, esperamos sinceramente que ela melhore, assim como fez Drew Barrymore que deu a volta por cima.

 

Ex-patricinha, ex-peoa, ex-hippie, sou formada em Letras e apaixonada por moda e maquiagem desde que ganhei meu primeiro batom de moranguinho. Para mim, rosa não é só uma cor, é uma filosofia de vida.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe seu comentário