Alimentação melhora a cicatrização da pele

alimentos que auxiliam na cicatrizacaoUma cicatriz na pele pode ser sanada por meio de cremes, tratamentos estéticos, ou mesmo por meio da alimentação. De acordo com os especialistas, os alimentos podem ajudar a acelerar o processo de regeneração da tez, potencializando o tratamento de recuperação de uma marca na superfície.

Quando o tecido da pele se rompe, o organismo trabalha para recuperar a região lesionada. E se a agressão não apresenta boa recuperação, as chances de desenvolver cicatriz aumentam, deixando a pele com aspecto irregular.

Segundo Anna Bordini, médica com prática ortomolecular da Clínica Bertolini, o processo de recuperação da pele pode ser potencializado, quando o paciente mantém uma alimentação balanceada e aliada à medicação indicada para a cicatrização da tez.

Alimentos ricos em vitaminas, proteínas, aminoácidos, ferro e zinco, consumidos adequadamente, trabalham em conjunto para a multiplicação das células que são responsáveis por reconstruir o tecido lesionado. Dessa maneira, o processo a cicatriz desaparece com maior facilidade de modo mais saudável”, explica.

A especialista também explica que, durante o processo de cicatrização, existem três fases em que o organismo exige de nutrientes específicos para se reconstruir. A primeira fase é a inflamatória que é caracterizada pela coagulação, fagocitose e migração celular. No primeiro nível, a tez necessita de vitamina K, proteínas e aminoácidos.

Já a segunda fase é o estágio de proliferação que consiste no desenvolvimento das células epiteliais e fibroblastos que podem ser fortalecidos pelo consumo de alimentos com vitamina C, ferro, zinco e proteínas.

Anna ressalta que a presença de carboidratos, vitaminas e proteínas, é fundamental na última fase de remodelação que é caracterizada pelo processo de maturação e estabilização da síntese e degradação do colágeno.

A proteína tem a capacidade de contribuir para a síntese do colágeno e remodelagem da ferida. Já os carboidratos fornecem energia para as atividades dos leucócitos e dos fibroblastos. Enquanto as vitaminas e os minerais aceleram o processo de cicatrização e aumentam a proliferação de células, além de permitir mais resistência do colágeno”, destaca Anna Bordini.

 

Apesar de a alimentação balanceada ser uma forte aliada ao processo de cicatrização, é preciso ficar atento para os alimentos que devem ser evitados: “Para que não ocorram problemas na cicatrização evite alimentos como café, refrigerante e bebidas alcoólicas devem ser excluídos do cardápio. Esses alimentos dificultam a chegada dos nutrientes até o ferimento, o que pode contribuir para um processo de cicatrização em longo prazo”, destaca.

Alimentos que ajudam na cicatrização da pele

A expert no assunto afirma que o ômega 3 é um item que ajuda a acelerar o processo de regeneração da pele. “A substância é uma gordura que o organismo não consegue fabricar e, por isso, deve ser ingerido diariamente”, afirma a médica.

Alimentos como linhaça, sardinha e semente de chia são ricos em ômega 3 e devem ser consumidos para curar a cicatriz.

Os itens ricos em vitamina C, que estimula a produção de colágeno, proteína que forma e dá firmeza à pele, variam nas frutas como morango, abacaxi, goiaba, melão e quiuí.

Já vitaminas A e K também devem ser consumidas e podem ser encontradas no fígado (A e K), gema de ovo (A), folhas verdes como brócolis e espinafre (A e K), cenoura (A), óleos vegetais (K) e vegetais de folhas verde-escuro como couve (K).

As frutas vermelhas são compostas por flavonoides, que têm a capacidade de proteger as paredes dos vasos sanguíneos e combater o processo inflamatório. Já os brócolis, repolho e couve-flor são ricos em antioxidantes são compostos de enxofrados bioativos que auxiliam na desintoxicação do fígado. Os alimentos são indicados para as pessoas que receberam anestesia ou estão ingerindo medicamento para tratar inflamações e infecções.

Fontes de zinco

Aposte em carne vermelha, peixes, aves, fígado, leite e derivados, cereais integrais e não se esqueça dos carboidratos: cereais como milho, trigo e aveia. “Quem deseja melhorar o aspecto da cicatriz deve apostar na alimentação que pode ajudar a curar feridas leves e contribuir na recuperação de um pós-operatório. Só é preciso saber o quê e quanto comer para notar o resultado”, finaliza a médica.

 

Jornalista por formação, curiosa desde o nascimento. Acredita na informação, cultura e educação.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe seu comentário