Rio de Janeiro: Parte 2 – Vida noturna

É impossível falar do Rio de Janeiro, conhecer suas belezas e não falar da vida noturna super agitada que a cidade tem. São vários os pontos da cidade em que podemos achar algo interessante para fazer durante a noite na capital carioca, e tem para todos os gostos, seja para um happy hour animado com a galera, um barzinho ou um restaurante para ir a dois, ou uma boate para dançar a noite toda com as melhores músicas.

Entre os bairros mais famosos e com vida noturna forte, estão o tradicional bairro da Lapa, que fica na região central da cidade, e Ipanema e Copacabana, bairros da Zona Sul mais frequentado por turistas.

Vamos começar falando sobre os bairros Ipanema e Copacabana, ambos com bares que funcionam praticamente 24 horas por dia. Nestes dois bairros é comum poder andar tranquilamente em qualquer horário do dia. Ao contrário do que vemos nos noticiários, vários bairros, entre eles Ipanema e Copacabana, têm um ambiente muito tranquilo, em que as pessoas podem caminhar, a qualquer hora, com muita tranquilidade, sem se preocupar com assaltos e violência, normal em grandes metrópoles.


Ipanema -Farme de Amoedo

Durante a noite, os bares, boates, lanchonetes e restaurantes ficam cheios, não importando a época do ano. Entre os principais locais de Ipanema, a rua Farme de Amoedo é famosa por ter bares GLS, com variados tipos de bares e boates.

Ali perto, próximo à Praça General Osório, um pub, decorado ao estilo irlandês, abre todas as noites, levando muita cerveja, música ao vivo e petiscos para as pessoas que acabaram de sair do trabalho ou estão a passeio por ali. Vale a pena conferir o Shenanigan’s Irish Pub, sua decoração e os petiscos banhados à cerveja. O único problema é que, às vezes, o lugar fica muito cheio, principalmente nas quintas-feiras, beirando o horário das oito ou nove horas. É quase impossível encontrar um lugar para sentar e ficar em pé é desastroso, pois várias pessoas tiveram a mesma ideia, ficando difícil de locomover dentro do estabelecimento.

Já em Copacabana, existem vários restaurantes, principalmente próximos ao Copacabana Palace, como churrascarias e com almoços e jantares a La carte. O local não é, normalmente, dos mais baratos, mas pensando na qualidade, fartura e variedade dos alimentos ali servidos, vale a pena. Entre os restaurantes, a Churrascaria Palace é uma das mais frequentadas, tendo uma grande variedade de carnes e frutos do mar.


Arco da Lapa – Rio de Janeiro

Contudo, a vida realmente agitada, com shows, festas, bares e muita gente é a Lapa. Conhecido por ser um reduto boêmio de longa data, vários cantores e escritores descreveram esse bairro em suas obras. Com uma arquitetura diferenciada, a principal área, e a mais conhecida que diferencia o bairro de outros locais são os Arcos da Lapa.


Circo Voador – Casa de Shows no Rio

Os arcos fazem parte dos principais cartões postais da cidade. Ali perto ficam algumas das casas de show mais conhecidas, sendo estas a “Fundição Progresso”, o “Circo Voador”, entre outros.


Bar da Boa – Rio de Janeiro

Rio Scenarium

Para curtir um pagode e um sambinha, bares são o que não faltam, afinal a Lapa é o coração desse estilo. O “Rio Scenarium” é um dos bares, com vários andares, cada um proporcionando um estilo musical. Além disso, o “Bar da Boa” também mostra todo o estilo carioca do bairro, com samba de boa qualidade praticamente todos os dias da semana.

Para aqueles que preferem barzinhos, o centro da cidade, próximo a Cinelândia comporta um dos bares mais tradicionais e antigos da região, o “Amarelinho”. Com chopp e petiscos, o bar fica bem no coração da cultura da cidade, onde se localizam museus e teatros, com arquitetura barroca.

Para chegar a qualquer desses lugares, metrô, ônibus e taxi estão disponíveis. Normalmente, o metrô funciona até uma certa hora da madrugada, mas os taxis estão circulando pelos locais sempre.


Rio Scenarium – Já foi eleito um dos 10 melhores bares do mundo!

Não deixe de conhecer a noite carioca quando visitar o Rio de Janeiro; mas, se beber, não dirija!


 

Ex-patricinha, ex-peoa, ex-hippie, sou formada em Letras e apaixonada por moda e maquiagem desde que ganhei meu primeiro batom de moranguinho. Para mim, rosa não é só uma cor, é uma filosofia de vida.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Comentários

5 Responses to “Rio de Janeiro: Parte 2 – Vida noturna”
  1. Só não concordo quando diz que é calmo andar por esses bairros, em 3 anos que vivi aí vi coisas horríveis.

  2. Monica Nerys disse:

    ficou otima a resenha flor, eu como carioca achei o maximo.
    bjins
    http://www.monikinhaaflor.com.br

Deixe seu comentário